quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Diga não ao preconceito e discriminação ao doente mental

Reações: 

Hoje fala-se muito em discriminação, preconceito com questões relacionadas a: sexualidade, cor, posição social entre outros. Mas ainda vejo um grupo também excluído colocado à margem de quem está à margem que são as pessoas portadoras de alguma doença mental, inclusive partindo até mesmo de profissionais da área de saúde (não especializados nesses transtornos), vendo o total despreparo pelo qual são tratados muitas vezes.
Acho no mínimo curioso, pois, se olharmos o conceito de Saúde mental, vemos que é um conceito complexo seria aquele indivíduo que tem um bom nível de qualidade cognitiva e emocional e é isento de doença mental, isto é intrigante porque quase ninguém tem qualidade de vida, ou bom controle emocional e "cá" pra nós todos temos relatos de pessoas ou nós mesmo de ansiedade, depressão e por aí vai... Ou seja, a sociedade em si está doente.
A correria do dia a dia, a falta de tempo pra si, a competitividade, os medos que nos atormentam tudo isso nos faz adoecer. Então vamos olhar o nosso próximo que tenha algum transtorno mais severo com o mesmo respeito que desejamos ser tratados, pois a linha é tênue entre a saúde mental e a doença mental, e acrescento mais, pois essas doenças doem tanto quanto as dores físicas.
Paz e Alegria!

0 comentários:

Postar um comentário

 

FAZENDO AMOR COM A VIDA Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos